Se você faz receitas do Quarta Feira, envie a foto da sua preparação na página do facebook:

sábado, junho 30, 2012

Bolo de chocolate sem farinha

SÁBADO É DIA DE BOLO!



Ingredientes50 g de chocolate
meio amargo;
6 ovos, com
claras e gemas
separadas;
200 g de açúcar.

Modo de fazer

1 Derreta o chocolate e reserve.
2 Bata as gemas dos ovos com a metade do açúcar até obter uma mistura de aspecto fofo, com o dobro do tamanho
inicial. Reserve.
3 Bata as claras em ponto de neve com o açúcar restante.
4 Misture 1/3 das claras com as gemas batidas e, na sequência, adicione o chocolate derretido e o restante das claras, misturando sempre, com cuidado.
5 Unte uma assadeira de 27 cm de diâmetro com manteiga e farinha, coloque a massa e asse em forno preaquecido a 160°C por 20 minutos. Espere esfriar para desenformar. 




Fonte: silvanabreu

sexta-feira, junho 29, 2012

Mochilas e Panelas: Evento de espelhos " Bossa Nova"


Espelhos

No Dia 15 de junho, os alunos do segundo e terceiro semestre do curso de Gastronomia desenvolveram um "coquetel" com o tema Bossa Nova, que totalizou 7 grupos.

Cada grupo preparou uma peça central (terrine, galantine ou patê en croute) ou uma escultura relacionada ao tema (açúcar, gelo, sal, frutas, legumes ou gelatina), quatro tipos de canapés (100 unidades cada, no total de 400 unidades), tudo isso sobre uma peça de espelho com o material a escolher.
Um dos canapés deveria ser feito com a base do canapé de legumes, verduras ou frutas, exemplo: abobrinha, tomate cereja, uva, damasco... E itens obrigatórios foram indicados a serem usados como: banana, podendo ser banana prata, nanica, da terra, maçã..., qualquer tipo de banana, feijão, podendo ser preto ou branco, castanha de caju, podendo ser inteira, picada ou moída e Chuchu.

Eventos como este são de grande importância para que os alunos coloquem em prática, os conteúdos ministrados durante as aulas.
O objetivo deste evento foi estimular os alunos às práticas de Garde Manger, assim como desenvolver a criatividade. Vale ressaltar também a integração da turma e o trabalho em equipe, sabendo que no mercado de trabalho são fatores essenciais para o crescimento profissional. Assim como o apoio do curso de turismo, que cuidou da recepção dos convidados e o grupo de bossa nova que nos brindou com uma excelente apresentação ao vivo.


A atividade foi interdisciplinar e que faz parte, também, das avaliações do Projeto Integrador, Garde Manger e História, com as professoras Graziele, Carol e Nainora.
O coquetel foi também, uma oportunidade para que os alunos pudessem convidar pessoas e familiares para conhecer o trabalho da instituição e o funcionamento do curso.

quinta-feira, junho 28, 2012

Presentinhos feitos em Casa!

Cesta de café da manhã  com produtos caseirinhos

 Kit de temepros (azeite, aceto e sal temperado)

Sal e açúcar aromatizado

 Kit para Chá da tarde


Pão Italiano com geléia de frutas vermelhas


Torta doce de frutas em cesta de bambu

Geléias variadas


Chutney

Potinhos de brigadeiros

Licor de frutas

Kit Paella

quarta-feira, junho 27, 2012

Legumes grelhados





Ingredientes (serve 4)
colheres de sopa de azeite de oliva
1 unidade de cebola roxa em  fatias
1 unidade de alho poro fatiado bem fino
2 quilos de abóbora pequena, cortada longitudinalmente em fatias
1/2 colher de chá sal batido com uma pitada de tomilho e pimenta do reino
2 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto
1 xicara de queijo parmesão ralado 
2 colheres de sopa de menta em fatias finas
2 colheres de sopa de castanha do para picada grosseiramente

1.Prepare grelha ou assadeira para médio-alto.
2.Combine 3 primeiros ingredientes em uma tigela grande. Polvilhe mistura de abóbora com a mitura de sal.
3.Arrange legumes em uma única camada sobre uma grelha ou assadeira, leve ao forno por 4 minutos de cada lado ou até abóbora esteja macia, depois coloque o queijo e deixe dourar.
4. Retire abóbora da grelha; reduzir o calor grelha para médio-baixo.
5. Adicione a cebola e o alho poro, mais 5 minutos ou até ficarem macios.
6. Combine uma camada de abóbora, cebola, vinagre e em uma tigela grande. Polvilhe a menta ou hortelã.

Opcional: Cozinhe 2 xicaras de cevada, em água quente. Reserve e misture aos legumes.
 Fica delicioso.

fonte foto:.katrina-runs

terça-feira, junho 26, 2012

Café aromático


1xicara de café espresso 
5 colheres de sopa creme de leite fresco batido bem gelado
5 colheres de sopa de whisky irlandês
1 colher de café de açúcar mascavo

100g chocolate meio amargo
Uma pitada de cacau sem açúcar

Uma pitada de canela em pó


Bata o creme bem gelado como chantilly.
Mergulhe um copo em água quente para aquece-lo.
Molhe as bordas do copo em água e passe no cacau em pó.
Derreta o chocolate meio amargo, e unte cada copo com este chocolate derretido.
Misture o uísque e o açúcar mascavo.
Adicione o café quente, sem misturá-lo ao uísque.
Cubra com chantilly e polvilhe um pouco de cacau e canela. Sirva imediatamente.

Teoria Versus Prática

Mais uma vez, faço das palavras de André Leite as minhas!!

Como player do mercado de gastronomia, precisei tomar algumas decisões em relação a minha carreira. Em algumas acertei, e em muitas outras errei redondamente. O mais importante é que consegui evoluir, de forma teórica e prática, cheguei a ser o profissional que sou hoje. Ao menos o que penso ser.
Mas uma questão não me saia da cabeça desde quando eu era um iniciante: é mais importante fazer os cursos, ou trabalhar?
Teoria ou prática? Sei que muitos dos que vão ler esse post devem estar passando por essa encruzilhada agora mesmo, e uma palavra precisa ser dita desde já: A resposta certa não pode ser dada por ninguém, pois o futuro não está disponível para ser consultado agora.
O que se pode fazer é encaminhar a sua própria carreira de forma que as possibilidades fiquem em aberto. Por exemplo, vamos imaginar que um jovem rapaz, tenha muita aptidão intelectual. Mas para a desgraça de sua família o camarada só realmente brilha quando está na cozinha. Para mim é muito claro que um bom curso de gastronomia é o início da caminhada. Mas o problema começa depois, quando ele precisar decidir qual será a sua próxima atividade.
Brigada de luxo!
Um caminho é começar a trabalhar como ajudante de cozinha de algum chef já bem estabelecido, onde o aprendiz vai desenvolver as técnicas que aprendeu na escola. Vai ficar muito firme na parte prática, mas não vai desenvolver a criatividade, até que o mestre decida que chegou o momento (e isso pode demorar anos!). Se ganha pouco, mas aprende-se muito. Mas precisa ficar atento para a hora de apertar o “eject”.
Botão de EJECT!
Uma alternativa, muito comum, é começar a trabalhar “onde for possível”. Fazendo eventos, soltando o almoço em algum botequim, o jantar em um restaurante de praça de alimentação de shopping, e por ai vai. A prática vai chegar a poucos dias. O aprendiz rapidamente será promovido para cozinheiro (lembram-se da aptidão?), e rapidamente está com um ritmo de trabalho alucinante. Nem vai reconhecer a luz do sol, quando por algum acaso a vir pela rua. A grana vai ser curtíssima. Mas vai ser conhecido na roda como uma fera!
Uma terceira hipótese seria o garoto fazer o seu estágio, obrigatório nos melhores cursos. Procurar desenvolver as suas técnicas, e pegar o máximo de ritmo que puder no curto espaço de tempo. Também se ganha pouco, mas como estagiário, a pressão é menor, e ainda garante uma posição clara de aprendiz.
Mas nesse caso a dúvida perdura: é agora? Bom, para permitir que a carreira possa ser encaminhada no futuro para a área acadêmica, será necessário um curso superior, e mais uma especialização, no mínimo. Para uma carreira de chef executivo, além do curso superior serão necessários cursos de outras línguas, e especializações em comidas internacionais. Para se tornar um culinarista, a prática vai ser tudo. E precisa cultivar a área que mais tem afinidade (bolos, por exemplo).
Ofélia a culinarista!
Finalmente existe um grupo, que vou chamar pejorativamente de “cdf´s profissionais”. Esse último grupo, que em algumas carreiras é possível existir, na gastronomia só serviria para dar aulas. Existe um ditado americano que diz algo como “quem sabe faz, quem não sabe ensina”! Como professor, que também sou, não posso concordar 100% com um comentário assim. Mas como ensinar a pintar um quadro, mesmo tendo estudo as tintas, as telas, as técnicas, mas sem nem uma única vez ter revelado os seus sentimentos ao mundo por meio dessa arte? Acho muito difícil! E não recomendo tal trilha. A prática não é dispensável em nossa profissão.
Cdf´s
O meu conselho: invista o máximo possível em educação formal, e trabalhe nos melhores restaurantes que você puder. Mas sem vender a sua alma. Seja você, mostre a sua personalidade verdadeira, ouse, esteja à vista sempre que puder! Há muitos anos eu tive um chefe chileno, que me disse uma frase muito boa, que tento seguir até hoje: Se você estiver vendo alguma bola quicando entre dois jogadores, e nenhum deles estiver no domínio, essa bola é sua! Foi assim que segui na minha carreira, procurando os problemas para usá-los como oportunidade de desenvolver soluções criativas, e eficientes.
Boa sorte na carreira!

Fonte: André Leite Gastronomia

segunda-feira, junho 25, 2012

Pudim de leite condensado light

 

Ingredientes

4 fatias de pão integral
1 litro de leite
6 colheres de sopa de adoçante para forno e fogão (tal e qual)
6 ovos

Opcional:
2 colheres de sopa de cacau em pó (chocolate do padre)

3 colheres de sopa de açúcar cristal.

Caramelo deve ser feito com açúcar.

Modo de Preparo

Bater no liquidificador: o leite e deixar o pão amolecer no leite. Acrescentar o adoçante e os ovos e bater mais um pouco.
Opcional: bater o chocolate do padre junto no liquidificador.

Colocar o açúcar na forma e caramelar.

Colocar em uma forma untada com margarina e adoçante e assar em forno pré-aquecido a 200°C em banho-maria por 35 minutos.

Mousse de atum



12 g gelatina sem sabor e sem cor
300g atum em lata sem líquido
1 xicara de maionese
1 xicara de cream cheese
1 colheres de sopa de cebolinha picada
1 colher de sopa de cebola
1 colher de chá de salsa picada
1/2 colher de chá de páprica doce
suco de meio limão
1 colher de chá de mostarda
sal e pimenta do reino moida
4 gotas de pimenta tabasco

Modo de Preparo:
Hidrate a gelatina em água morna.
Bata no porcessador: atum, maionese, cream cheese, a cebola, o sal, a mostarda, e o suco. Junte a gelatina já hidratada. Finalize com a salsinha e cebolinha picada.
Para o melhor sabor, deixe na geladeira por uma hora antes de servir.
Sirva com pão sirio torrado ou pão de boa qualidade.




Foto:magdascauldron.
Receita: Carol Coelho

domingo, junho 24, 2012

Fazer borboletas!




A decoração do bolo é toda feita em fondant.










Milho Assado


1/2 unidades de pimenta dedo de moça picada
colheres de chá de manteiga, amolecida
1 colher de chá de raspas de limão
2 colheres de chá de mel
1/4 colher de chá de sal
6 espigas de milho


Branqueie o milho ( ferva uma panela com água, coloque o milho e deixe por 5 minutos). Reserve.
Preaqueça o forno e coloque a grelha,  para médio-alto calor.
Misture todos os ingredientes e passe no milho.

Coloque  o milho com os temperos em uma grelha ou assadeira. Leve ao forno por 10 minutos.
Coloque no prato e serva.

Fonte: katrina-runs com adaptações

sábado, junho 23, 2012

Bolo mousse de limão

SÁBADO É DIA DE BOLO!
Ingredientes
200 ml de óleo
1 ½  xícara de açúcar cristal
200 ml de leite
50 ml de suco de limão siciliano
2 xícaras de farinha de trigo
1 pitada de sal
3 ovos
1 colher (sopa) de fermento químico em pó

Preparo:
Bater tudo no liquidificador e assar em forma untada e enfarinhada até ficar dourado .

Mousse de limão:
1 lata de leite condensado
½ lata de suco de limão
100 ml de creme de leite
Zests de limão q/n
Misturar todos os ingredientes e cobrir o bolo

Dicas:
Use raspas de chocolate branco para enfeitar
Sirva com sorvete de limão.
Fonte: chezmalu

sexta-feira, junho 22, 2012

Mousse Tricolor





Para a mousse de chocolate ao leite:
100 g de chocolate de leite
70 g de creme de leite fresco
5g gelatina sem sabor e sem cor em pó

Para a mousse de chocolate branco:100 g de chocolate branco
70 g de creme de leite fresco
raspas de laranja
5g gelatina sem cor e sem sabor

Para a mousse de chocolate escuro:
125 g de chocolate negro
100g de creme de leite fresco
1 colher de sopa de licor de amendoa

Prepare a mousse de chocolate ao leite:

Hidratar a gelatina em água morna.

Corte o chocolate ao leite em pedaços pequenos.
Coloque-as em uma tigela o chocolate e, acrescente o creme de leite quente. Adicione a gelatina.
Misture bem.
Coloque uma camada de chocolate em 6 taças, e deixe resfriar na geladeira por 30 minutos.


Prepare a mousse de chocolate branco:
Hidratar a gelatina em água morna.

Corte o chocolate branco em pedaços pequenos.
Coloque-as em uma tigela o chocolate e, acrescente o creme de leite quente. Adicione a gelatina e as raspas.
Misture bem.
Coloque outra camada nas tacinhas, e deixe resfriar na geladeira por 30 minutos.


Prepare a mousse de chocolate:
Corte o chocolate meio amargo em pedaços pequenos.
Coloque-as em uma tigela o chocolate e, acrescente o creme de leite quente, o licor.
Misture bem.
 Despeje a terceira camada nas taças, volte a refrigerar por 20 minutos.
Fonte/foto:cuisineaz

quinta-feira, junho 21, 2012

Bolo Salgado de Mussarela




100 g tomates em fatias finas, sem semente
50g tomate seco em tiras
150g queijo mussarela em fatias finas
3 fatias finas de presunto de Parma ou bacon em tiras e fritos
200 g de farinha de trigo
10 ml de leite
3 ovos
1 pacote de fermento
25 g manteiga derretida
4 colheres de sopa de azeite
1 colher de café de sal 
½ colher de café pimenta
Pré-aqueça o forno  á 210 ° C. Coloque a farinha e o fermento em uma tigela.

Faça um buraco no centro. Derrame o azeite, a manteiga e leite, sal e pimenta.

Adicone os ovos a mistura um a um.

Corte os tomates em rodelas, queijo mussarela e presunto cortado em tiras.

Acrescente os tomates, mussarela e presunto à massa. Misture bem.

Unte e enfarinhe uma forma de bolo inglês.

Despeje a massa e asse por 10 minutos, reduza o forno a 180 ° C e deixe cozinhar por 35 min.

Teste o bolo com um palito, ele deve sair limpo e o bolo deve estar marrom dourado.

Deixe esfriar e desenforme.
Sirva quente ou frio.


Fonte/ Foto:cuisineaz

Decoração Casamento

Estas fotos são do meu amigo Paulo Mestriner, fotógrafo das estrelas!!!
Ele que fotografou meu casamento e o da minha irmã (por isso das estrelas... rsrsrsrrs)
Se vcs gostarem é entrar em contato pelo e-mail: paulomarcosmestriner@uol.com.br





terça-feira, junho 19, 2012

Ando meio estressado…

Li em um blog chamado André Leite Gastronomia, o desabafo de um profissional de Gastronomia e me identifiquei.

Quem sabe você tambem não se identifica?!?!


Como poucas profissões a cozinha fornece uma carreira sólida e bem montada no estresse. Operadores da bolsa, pilotos de avião, motoristas de ônibus, estamos todos no mesmo barco.

A reação ao estresse é uma atitude biológica necessária para a adaptação a vida, é luta ou fuga (fight-or-flight)!
  A percepção do perigo dispara uma mensagem atravez de diversas estruturas do sistema nervoso, preparando os músculos, coração e pulmões para o que está por vir. O problema está na longa exposição a uma sequencia de situações de estresse.
Na contra-mão dessa afirmativa cada vez mais executivos vem buscando aliviar o estresse em cursos básicos de gastronomia, onde podem cozinhar como hobby e degustar uma refeição junto com outros gourmets. Já fui assim, e adorava cozinhar por hobby.
Mas uma coisa é receber meia dúzia de parentes famintos, com pouco ou nenhum refinamento. Outra é estar pronto para a avalanche de pedidos que acontece num restaurante comercial, na hora do almoço. O que não impede de termos prazer no trabalho.
Li em algum lugar que a maior fonte de estresse no trabalho é a falta de condições para executar as tarefas. Concordo. O problema é que as causas possíveis são uma lista gigante de possibilidades contra o jogador.
Equipamentos com defeito, ou com capacidade inferior ao necessário; mercadorias de má qualidade, ou com atraso na entrega; ambiente inadequado em relação a barulho, calor, iluminação e umidade; salários baixos, jornadas eternas, alto padrão de exigência sobre o resultado; chefs com personalidade forte; prazos curtos demais; absoluta falta de planejamento; demanda variável e imprevisível; regras impostas por pessoas que não possuem a menor ideia de como o trabalho se desenvolve. 
Avisos comuns nas cozinhas do mundo...
E, existe um fator que serve como molho para tudo isso: a irritação gerada pelo estresse contamina aos que estão por perto. E também influencia a forma como vamos dar valor aos próximos problemas.
Sim, por que um bom dia na cozinha nunca termina apenas um único motivo para enlouquecer alguém.
É claro que cada um decide como vai ser afetado pelos revezes do dia-a-dia, mas é preciso muito treino para sorrir para alguém que não compreende as suas questões, mas que nesse momento detém o poder, quando recebe comandos irracionais.
Eu desisti. Se me quiserem sorrindo é preciso oferecer condições satisfatórias. O resto é, parafraseando o cinema nacional, “missão dada é missão cumprida”! Há pouco tempo ouvi um chef amigo, referindo-se a sua equipe, dizendo “aqui só tem faca na caveira”! 
O pessoal da cozinha é assim!!!
Pois mesmo antes de descobrir o que nos causa estresse, ou ainda, antes de nos sentirmos frustrados, irritados ou tristes, teremos que produzir um monte de comida, arrumá-la adequadamente, e ainda limpar toda a sujeira que geramos fazendo isso.
Talvez seja por isso que goste de trabalhar como chef. Achar graça da adversidade. Exercitar a criatividade para superar os desafios impostos pela ingerência. Elevar a capacidade de planejamento ao limite para tentar abranger as opções geradas pela aleatoriedade dos que nos cercam. E ainda ter a sensação de estar trabalhando em uma corda bamba, evitando cortes, queimaduras e escorregões.
Capacidade de planejamento!!

Apenas para o caso de alguém que tenha um cargo de chefia, e que não conheça o processo de planejamento, inclui esse esquema. Se for esse o caso dê uma bela olhada, e me mande uma mensagem com suas dúvidas. Prometo ajudar!

Fonte: André Leite Gastronomia

segunda-feira, junho 18, 2012

Sopa Creme de Queijo



Ingredientes
5 colheres de sopa de azeite
1 xícara de cebola cortada
1 xicara de alho poro cortada em fatias
1 quilo de batatas em cubos
1/2 xícara de farinha trigo
xícaras de caldo quente de frango
fatias de bacon picada
1 xícara de leite
1/3 xícara de queijo ementhal ou gruyer ralado.
salsa picada para decorar
Croutons para servir

Modo de Preparo:
Doure o bacon, com o azeite, quando estiver dourado e crocante, adicione a cebola e o alho poro. Reserve.
Junte, nesta panela, as batatas cortadas em cubos pequenos, cubra com o caldo de frango e cozinhe até que as batatas estejam macias.
Coloque água na farinha para dissolver.
Bata a batata no liquidificador com a farinha dissolvida e o leite.

Finalize com o bacon, com a cebola, o alho poro, e a salsa.
Sirva a sopa bem quente com croutons.

Opcional: salteiei 300g de shitake na manteiga e sirva com a sopa quente.
Volte a panela, aqueça até engrossar a sopa, e junte o queijo para derreter. Adicione todo o sal ea pimenta se necessário.

Fonte foto: katarina runs

domingo, junho 17, 2012

10 utensílios que não podem faltar em sua cozinha


Quero começar falando sobre os 10 utensílios mais essenciais para a nossa cozinha.

Resolvi mostrar os 10 utensílios mais importantes, ou os que eu mais uso.


1 - Tábua de polietileno
Tornou-se o utensílio número um para mim. É encontrada em vários tamanhos e cores, interessante para quem quer separar tábua para legumes, carne, frango e peixe.  Este utensílio vai te ajudar muito na hora de fazer cortes. Crie o habito de cortar tudo na táboa, vai ficar mais bonito!


2 - Faca de chef
A paixão da minha vida, e um vício! Escolha uma que tenha um peso bom para você e que se encaixa de forma que, ao segurá-la, sua mão não bata na taboa (onde irá manipular o alimento).

3 - Faca de legumes
A faca pequena, é excelente para cortar legumes, frutas e folhas. Ela é leve e bem prática. Existem de várias formas diferentes, mas quanto mais curva, melhor para cortes precisos e firmes.



4 - Descascador de legumes

Tirar cascas de frutas, legumes e de batata, na faca nunca fica tão bonito quanto quando usamos o descascador. Além de aproveitar melhor o alimento, o descascador é mais fácil de usar, já que a casca sai inteira.

5 - "Pão duro", ou espátula de silicone
É, em minha opinião, uma das melhores invenções da cozinha. Baratas e bem bonitinhas, estas fofas fazem toda a diferença na hora de raspar a panela, cobrir bolos e até mexer panela para não queimar o alimento, sem riscar seu fundo.
Dica: separe uma espátula para doces e outra para salgados (não é legal, raspar a panela de brigadeira com a espátila que vc usa para dourar o alho do arroz).

6 - Copo medidor / xícara medidora/ colheres medidoras
Excelente aliado na hora de separar ingredientes de uma receita, este querido é essencial na hora de preparar doces!  

8 - Panelas
De nada adiantaria ter todos os utensílios se não tivermos o principal. Prefira as panelas de fundo pesado. Uma grande e uma média já está bom para começar. As melhores são as de inox, que duram mais e cozinham melhor, e toda as opções de cocções.



9 - Frigideira antiaderente
Fácil de lavar e usar, ela é indispensável em minha cozinha, na hora de fazer uma omlete, fritar um ovo ou esquentar um pão com queijo (este último meu marido que ama usar a frigideira antiaderente!!!). 



10 - Batedeira
Eu espero um dia ganhar de presente uma Kitchenaid.  Tem cores lindas e muita potência!


sábado, junho 16, 2012

Bolo de Chocolate


Sábado é dia de Bolo!!!
E este sábado é dia de bolo de chocolate.

Ingredientes
2 ovos
90g de açúcar
75g de manteiga
100g de farinha de trigo
80mL de leite integral
40g de chocolate em pó
3g de fermento em pó

Modo de Preparo

1. Bata as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado.
2. Adicione a manteiga e bata mais.
3. Acrescente o leite já dissolvido o chocolate, alternando com a farinha de trigo.
4. Adicione o fermento em pó, e por último as claras batidas em neve, envolvendo sem misturar muito.
5. Coloque a massa na forma untada com manteiga e farinha.
6. Pré-aqueça o forno a 180ºC e leve o bolo para assar.



Receita : Rogerio Shimura
Foto> Carol Milano

sexta-feira, junho 15, 2012

Mousse de salmão

12 g gelatina sem cor e sem sabor
300g salmão defumado picado
1 xicaras de creme de leite
1 xicara de cream cheese
1 xicara de maionese
1 colher de sopa de suco de limão
endro dill picado
baguette em fatias para servir
sal e pimenta do reino moida a gosto
noz moscada ralada a gosto
2 gotas de pimenta tabasco

Modo de Preparo:
Colocar 3 colheres de sopa de água fria em uma panela pequena e polvilhe com a gelatina e deixe amolecer, 5 minutos. Gentilmente aqueça, mexendo sempre, apenas até que a gelatina se dissolva e reserve.
Em um processador de alimentos, bata o salmão, creme de leite, a maionese, o cream cheese, os temperos e o suco de limão. Bata até ficar homogêneo.
Com o motor em funcionamento, adicionar um pouco resfriado mistura de gelatina, e bata até misturar.
Despeje em uma forma bacana e leve a geladeira  até ficar firme.
Sirva com biscoitos ou fatias de baguete.


quinta-feira, junho 14, 2012

Comfort Food: lasanha


Lasanha Bolonhesa
Molho bolonhesa
6 colheres de sopa de azeite
1 cebola picada
100g alho poró ou salsão picadinho
200 g de carne magra bovina (patinho) moida
1/2 cenoura pequena picadinha
1/2 xícara (chá) de vinho tinto seco
500 g de tomate pelado
sal a gosto

Montagem da lasanha

  • 10 fatias de massa de lasanha fresca e cozida al dente
  • 200g presunto fatiado ou ralado
  • 500g mussarela fatiada ou ralada
  • 1 pote de requeijão
  • 100 g de queijo parmesão ralado
  • 20 g de manteiga cortada em cubinhos




 Modo de preparo/ Molho bolonhesa:
1 - Numa panela em fogo médio coloque o azeite e doure a cebola picada. Adicione a carne magra bovina cortada na ponta da faca, cortada na ponta da faca, cenoura pequena picadinha e talo de salsão  picadinho e doure novamente.
2 - Acrescente o vinho tinto seco e deixe o vinho secar. Em seguida coloque o tomate pelado, sal e pimenta do reino a gosto e cozinhe por 10 minutos. se necessário acrescente um pouco de água. Reserve.

Montagem da lasanha:

3 - Num refratário ou assadeira retangular  forre o fundo com um pouco de molho bolonhesa (feito acima) e por cima coloque uma camada de massa de lasanha fresca e cozida al dente.
Coloque outra camada de molho bolonhesa e polvilhe queijo parmesão ralado. Repita novamente as camadas de massa, molho e queijo parmesão e termine com uma camada de massa. Por cima de tudo polvilhe queijo parmesão ralado a gosto e 20 g de manteiga cortada em cubinhos. Leve ao forno médio pré-aquecido a 180 graus por +/- 25 minutos.

Receita : Carol

Foto: Martha stewart

quarta-feira, junho 13, 2012

Dia de Santo Antonio


Santo Antônio é o Santo mais popular do Brasil e, também, é conhecido por ser o Padroeiro dos pobres, Santo casamenteiro, sempre sendo invocado para se achar objetos perdidos.



Falando em casaento... Eis uma nova tendência em bouquets de noiva... Bouquets de Broches! 
Nestas obras-primas surgem, jóias e bijus.
São uma nova alternativa para os bouquets de flores tradicionais. O mais formidável é que além desse aspecto obra de arte são uma forma de incorporar o sentimento de herança de familia, e ao contrário das flores naturais irão durar para sempre...






 
Google imagens