Facas de Cerâmica



Mês passado o tema do encarte Comida, da Folha de São Paulo, foi facas de cerâmica.
Vamos conhecer os prós e contras desta faca que esta na moda.
Com a metade do peso de uma equivalente em aço, a faca de lâmina de cerâmica facilita a longa e repetitiva tarefa do corte. E, por ser quimicamente neutra, não oxida, não escurece e conserva a aparência, o sabor e o aroma dos alimentos.
Mas é necessário ter um pouco mais de cuidado no manuseio, para não cortar também os dedos(por ela ser mais afiada), e com eventuais batidas e quedas a lâmina pode quebrar.
Ela tem a maior vantagem, a lâmina de cerâmica demora em perder o fio, não enferruja e não deforma como a de aço. 
As facas de cerâmica conservam o fio por, no mínimo, dez vezes mais tempo que as tradicionais, neste ponto é ótima para donas de casa e gourmets de fim de semana.
Em minha opinião, Chefs tem por obrigação saber afiar corretamente sua faca. Principio básico!!!
Além disso, há restrições para seu uso: ela não serve para desossar, cortar congelados, fatiar queijos e tirar lascas de alimentos.
A limpeza é igual a uma faca de inox: a maioria dos modelos possui cabo com tratamento antiderrapante,  requer apenas detergente neutro.
A minha opinião é que facas de cerâmica são para pessoas que cozinham em suas casas, não para profissionais. Ótima para quem não quer ou sabe afiar.
Posso fazer uma comparação com as panelas le crousset e facas de cerâmica. Lindas, coloridas e caras, mas tem um só tipo de utilização.
 A panela é ótima para cozinhar alimentos com líquidos, e a faca não é utilizada para todos os alimentos e cortes, e  pode quebrar com facilidade.
Curiosidades e dicas:
Pesa a metade de uma faca de aço.
Não oxida nem escurece.
Não precisa amolar.
A lâmina pode quebrar.
Não serve para desossar nem cortar alimentos congelados.






Comentários

Postagens mais visitadas